quarta-feira, 15 de setembro de 2010

"Aproveitem a vida" António Feio



Sinopse

Tenho um tumor gigante no pâncreas. Alguns dos tratamentos conseguiram reduzir um pouco o seu tamanho, mas não o suficiente para poder ser operado. Sei bem o que isso significa.

Neste momento, e porque não há outra forma, vivo um dia de cada vez. Deixei de fazer planos para a frente. Não sei o que me espera no futuro, mas isso agora também não importa, o que interessa é o aqui e agora.

 Ao longo deste quase último ano e meio percebi que o meu estado de saúde deixou de ser um tema que me diz respeito apenas a mim, à minha família, aos meus amigos e àqueles de quem sou próximo. A minha doença deixou de ser apenas um problema que é meu, de alguma forma deixou de me pertencer. E isto sucedeu aos poucos, à medida que a onda de apoio e solidariedade à minha volta foi crescendo e ganhando forma. Assim nasceu a ideia deste livro.


A mensagem principal que quero deixar às pessoas é que se há um problema é preciso resolvê-lo da melhor maneira, há que não ficar quieto, há que tentar de tudo primeiro, nunca desistir.

Se as pessoas começarem a parar por um momento para olhar para casos como o meu, ou, simplesmente, para a sua própria vida com olhos de ver, talvez comecem a relativizar os seus próprios problemas e possam perceber o que de facto vale a pena na vida. Talvez assim a consigam aproveitar melhor.



Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros!!

António Feio


1 comentário:

Bosque das Fadas disse...

Adorei o livro, pela simplicidade e pela mensagem transmitida.
Tem um poema muito bonito escrito pela filha em sua homenagem.
A carta escrita ao dentista está demais...com 800€ pagos pela consulta dele e do filho,pásso a transcrever"Com 800€ eu fazia uma marquise, em alumínio, com vidros duplos, e ficava tudo de boca aberta."